Últimas

A decadência do bom atendimento.


Como entender essa decadência de atendimento nos salões de muitos bares e restaurantes pelo Brasil? Grandes chefs, mixologistas, mixólogos, bartenders, sommeliers, se dedicando aos estudos e investindo alto na carreira profissional, quais destes muitos, já investiram mais do que ganharam para alcançar a sua excelência nos serviços, e mesmo assim, muitos estabelecimentos passam por situações criticas e até caóticas com o quadro de funcionários.

Analisando o mercado atual, começo a olhar para o meu passado e lembrar o quanto eu queria aprender e o quanto era limitado os cursos de bares e bebidas no Brasil, eram pouquíssimos e longos, para se formar como garçon e barman nos Hotéis do SENAC você tinha que morar 3 meses lá trabalhando em troca de conhecimento, e não, não podia trabalhar em outro local nas horas vagas, e qualquer gafe, “RUA”, e sem direito a nada. Na A.B.B. em São Paulo, os cursos de formação eram muito mais rígidos e intensivos, quem não era da capital e não tinha recursos penava e muito pra conseguir estudar lá.

Quando conheci na época um Chef muito F@%#*** num restaurante de hotel que trabalhei em Sampa em 1999, eu com 21 anos ainda, perguntei qual escola ele tinha se formado para eu ficar igual ele, e ele me disse, “Escola da Vida, garoto, pegue a sua mochila, coloque nas costas e vai viajar, comece do Sul ao norte, depois do leste ao oeste, nunca se prenda em bar nenhum, sua zona de conforto é o que vai empacar seus conhecimentos, ainda não existe curso que vai ensinar o que aprendi de forma tão divertida e barata.” Foi o que fiz, segui os conselhos do mestre.

E era assim antigamente que eu estudava, como na época eu não tinha muitos recursos e nenhum apoio, fui de bar em bar, de cumi, garçon, copeiro, barman, “gerente”, melhor dizer Leva Fumo, pois bem, captando referências e conhecimentos de cada profissional que os bares da vida me ofereciam, churrascarias, boites, restaurantes das mais diversas especialidades, quiosques de praias, e até Whiskerias das vida, e muitas das vezes trabalhando só em troca de conhecimentos que foram e ainda são demais valiosos em minha vida. Atualmente até tenho negação em RHs que eu entrego meu CV, até diminui a quantidade de bares que eu passei, pois sou visto como um “banda voou”(um termo originário da Bahia, de pessoas que não param em lugar nenhum), fazer o que né? Faz parte da vida que escolhi.

Quando houve uma mudança e revolução nos cursos de coquetelaria no Brasil foi quando Bertones, ficou famoso em um bar que trabalhara em Itú depois de ter voltado de experiências internacionais e montou uma escola em Sampa de flair bartenders, que acredito ter sida a melhor escola e pioneira no Brasil em flair e mixologia e ali se formaram os maiores profissionais do Brasil hoje atuantes e representando de forma majestosa o verdadeiro flair. A partir desse momento, diversas outras Escolas de Bar começaram a desencadear com as mesmas idéias e foi se tornando mais acessível a maioria, mas nessa época eu estava morando na Bahia, e meu único jeito de aprender flair foi nas lan house da vida ainda com internet discada, esperava 10 minutos para assistir um vídeo de 30 segundos de Christian Delpech, pra assistir e correr nas pracinha treinar, mesmo assim era tudo em Sampa e continuava tensa a captura de conhecimentos.

E olhando esse passado de total correria, implorando para alguém lhe ensinar algo, e entre tantos outros profissionais que caminharam na mesma direção, ver esse crescimento do mau atendimento nos bares e restaurantes, e visto como é tão fácil hoje em dia aprender e encontrar os conhecimentos que necessita, além da internet, hoje o mercado atual tem a disposição diversos grandes profissionais distribuidos por todo Brasil oferecendo quase que de graça Master Class, Network, Palestras,  com as mais preciosas e ricas informações, importantes e necessárias para sua carreira profissional, e melhor, não tem necessidades como antes de ter que fazer loucuras como eu e muitos fizeram para buscar conhecimentos!

Mas o mais triste de tudo isso  é de ver muitos desses diversos cursos, master class, network, palestras muitas vezes sendo canceladas pelo baixo número de interessados. Sim, desinteressados! Como isso? Pensem comigo…

 Cada 50 interessados, a média de profissionais que procuram por cursos são 49 sommelier e bartender, quando 1 é garçon, mas como isso? Se cada bom restaurante tem em média 2 bartenders, 1 sommelier e 10 garçons, porque esse numero tão baixo de garçons interessados? 

Será que o problema da decadência no atendimento é porque a maioria dos bares e restaurantes no Brasil estão limitados ao atendimento pelos garçons? Será que é porque com todas essas novas tendências, ou resgates de antigas, os profissionais de salão não estão conseguindo acompanhar toda essa evolução?  Será porque os bons e grandes profissionais no mercado se desmotivaram pela falta de transparência de como estão manipulando as gorjetas? 

Acredito que seja um monte de tudo isso, mas uma coisa é verdadeira, pouquíssimos, mas pouquíssimos garçons profissionais procuram ou se interessam atualmente por cursos referentes a sua profissão, uma classe de profissionais que muito admiro, e de extrema importância no mercado, se estagnando no tempo, se tornando uma barreira para os grandes profissionais que estão com muitos diferenciais para oferecer, sem se darem conta que todos esses ensinamentos que estão deixando de buscar é para seu próprio bem estar profissional.

Não é obrigação de empresa nenhuma investir em funcionário, mas mesmo assim muitos empresários hoje em dia estão investindo em seus funcionários, com treinamentos e captações de grandes marcas que cada delas tem seus especialistas para colaborar no treinamento e conhecimento dos produtos em destaque, investe em premiações para os melhores funcionários tudo para que todos possam crescer juntos, pois acredita que o funcionário seja um dos tijolos que alicerçam sua empresa.

Como também vejo muitos destes grandes investidores se decepcionarem, investem uma grana alta em treinamentos e profissional ainda fazerem caras e bocas achando ser obrigação de trabalho não remunerado, sim, tem gente que ainda quer receber a hora extra porque está lá aprendendo, constrangedor, em todos os treinamentos, sem exceções, que envolveram garçons, barmen e copeiros, ouço de no mínimo um, essa reclamação ou perguntas se irão receber as horas extras por estarem ali.

O que não podemos deixar acontecer, é essa decadência se alastrar, tornando-se mais um péssimo cotidiano  na vida dos brasileiros, vamos incentivar mais nossos amigos profissionais! E meus amigos garçons, copeiros, barmen, aproveitem melhor as boas oportunidades que a sua empresa oferece, conhecimento vale mais que dinheiro no bolso, busquem atualizações do mercado, pois são vocês, os principais responsáveis pelo início, meio e fim na excelência de atendimento.

garçom

Anúncios

100 anos de Frank Sinatra


Porque não homenagear um dos maiores artistas do Mundo que já passaram pela história? O grande Frank Sinatra! Quem conhece um pouco sobre a sua trajetória, cresceu ouvindo e assistindo seus filmes e shows, era notável, sempre teve muita classe e elegância, além de ter sido um showman, sabia apreciar uma boa bebida como ninguém!

Pois é, 12 de dezembro de 1915, exatos 100 anos nascia Frank Sinatra, descendente de italianos, filho do boxeador siciliano António Martino Sinatra e sua Mãe Dona Dolly, nascido na cidade de Hoboken, Nova Jersey, família humilde, Sinatra se dedicou a música, autodidata, se tornou um dos maiores ídolos do cenário mundial e milionário, até teve seu nome foi envolvido com a máfia, que até logo depois de sua morte, sua filha Tina fez revelações sobre o envolvimento dele nos esquemas de eleição do Presidente Kennedy com os chefões de Chicago, há boatos que o personagem Johnny  Fontane do Best seller THE GODFATHER foi inspirado na vida de Frank, um cantor que era protegido pela máfia que pede ajuda a Corleone para se livrar do contrato com o líder de banda Halley.

Mas não estou aqui pra falar ou apontar o que fez ou deixou de fazer, mas são histórias interessantes de um homem que sempre trouxe muita positividade para a arte, e nunca foi um “bom vivant”, e o que me comove em sua história de vida é que Sinatra sempre foi um apreciador assíduo e escancarado de boas bebidas, como eu, fãzasso do whiskey Jack Daniel, que para beber, diferente de mim, costumava sempre adicionar 3 pedrinhas de gelo no copo, uma dose de Jack e um fiozinho de água gelada, mas apreciava muito vinhos caros e adorava preparar Martines para seus amigos, mas para o Jack Daniel’s ele tinha todo um ritual para apreciar, esperava sempre um pouco o whiskey com a água se misturarem bem para apreciar melhor o sabor do whiskey, segurava sempre seu copo com a mão direita com um guardanapo preferencialmente de linho por baixo, elegantérrimo!!! Era O CARA!

Em um de seus shows declarou que  Jack era sua bebida favorita dizendo ser o “Néctar dos deuses” qual não deu outra, impulsionou e muito as vendas do Tennessee Whiskey, há muitos boatos que Sinatra não subia aos palcos sem antes preparar seu copo de Jack Daniel’s, era tão apreciador da bebida que em 1950 Sinatra com seu amigo Dean Martin, outro grande artista e músico, fundaram o Jack Daniel’s Country Club, clube privado que na época os associados frequentavam com um paletó personalizado com o emblema do clube. O cara era de extremo finnesse!

Sinatra fez história, e muita! Apareceu em mais de 50 filmes entre sucessos musicais recordistas em bilheterias, fez show até no Brasil, em 1980, no Maracanã, Rio de Janeiro, cantou para mais de 170 mil pessoas entrando para o livro Guinnes dos Recordes, teve seu próprio show de TV, entre diversos projetos que onde ele tocava virava ouro!

No Dia 14 de maio de 1998 foi a data de sua passagem para outra dimensão superior (li informações que ele teria sido sepultado com um uma garrafa de Jack! E gostaria que o mesmo acontecesse comigo quando eu partir!), mas deixando um acervo cultural para as futuras gerações que vale demais a pena resgatar constantemente todo esse talento, sendo dançarino, cantor e até ator!

E como também sou um fã incondicional do Whiskey Jack Daniel’s é claro que não vou deixar de fazer um jabá gratuito porque merecem pela qualidade e comentar sobre o a edição limitada que foi envelhecido em 100 barris especialmente selecionados para homenagear o maior e melhor cliente que a Jack Daniel’s já teve, e torcer aqui, pra essa postagem também causar um fenômeno de vendas e ter a mesma homenagem, quem do mundo não queria né!

sinatracentury

O rótulo da edição limitada, conta com arte especial e  acompanha de outros atrativos para os fãs de Sinatra, como o álbum Sinatra Live at the Sands in 1966, que conta com faixas nunca antes lançadas.

Tive o prazer em degustar mas foi pouquinho, e como é época de Natal fiquem a vontade para me presentearem, prometo publicar todas as minhas experiências com ela, prometo!

O que posso levar de bom das histórias de vida de Sinatra é que determinação e foco  é o que faz o nosso mundo acontecer! Você é aquilo que você quer ser, e ninguém pode tirar isso de você! Ninguém!

 

Cervejas Backer No RJ é com a Beer Office


Aos amigos e clientes donos de bares e Buffets que estiveram presentes no Mondial de La Biere e se interessaram pelas cervejas e os chopes da Backer como Medieval Blond Ale, Capitão Senra Amber Lager, Pale Ale, Diabolique American IPA , qual estive apresentando e servindo no Stand,  estão facilmente de serem adquiridos aqui no Rio de Janeiro.

A Beer Office é a representante exclusiva no Estado do RJ e fica na Nilo Peçanha, nº 80, SL 1101-cobertura, Bairro Ingá, Niterói, aos comandos de Narielson Nascimento, que representa há mais de décadas grandes marcas sendo uma delas a famosa e tradicional cachaça Velho Barreiro.

Uma das maiores qualidades que vejo na Beer Office é que conta com uma excelente logística além de estrutura adequada para apresentação, treinamentos e networks dos produtos qual representa, dando suporte real as empresas parceiras.

Entrega pontual e tem á disposição chopeiras elétricas para locações em festas formais e eventos em geral!

Se ainda está organizando sua comemoração de empresa e quer aquele chopinho artesanal ainda da tempo de conseguir!

O contato da Office Beer é (21) 98106-0270 Narielson ou pelo email: narielson.rio@gmail.com11182154_825454847548418_2405626690957077993_n

DSCN245412038181_903869553040280_7544320425474275053_n

imagesBAKHKJ6S

 

 

 

 

Um brinde ao Natal com Eggnog


Dezembro chegou e como sempre nos trazendo novas ideias, projetos e realizações positivas em nossas vidas! Comemorações é o que não falta não é mesmo? Brindaremos a tantas coisas que vieram e ainda estão por vir e o que não pode faltar é bebida para brindar, seja um brinde com o champagne, o vinho, a cerveja, não importa, desde que tenha um Eggnog, ainda não vi bebida tão revigorante e energética para brindar nessas datas como ele!

Sabiam que o Eggnog é uma das principais bebidas natalinas nos E.U.A e é uma variante, digamos uma “releitura” do Secular e famoso “Posset”, mistura que já era muito consumido pelos medievais que nos tempos mais frios tinham o costume de misturar leite bem quente, especiarias com vinhos fortificados ou cervejas Ale.

Eram consumidos mais como fins medicinais para pequenas curas como resfriados, tosses, insônia, que com o passar do tempo a bebida foi se sofisticando e adicionado o ovo para ficar mais nutritivo. Pelo Sec. XIX a receita foi se espalhando e tomando suas formas e famas, se tornando uma marca de bebida das classes altas da sociedade inglesa, e também se tornando uma bebida muito comum no norte da américa pelas quantidades de granjas, laticínios que igual ao rum, na mesma época o comércio triangular que se dava desde o Caribe facilitava o menor preço comparados aos altos impostos cobrados pelo brandy que vinham da Europa.

  O Eggnog  qual não obrigatoriamente leva bebida alcoólica,  mas sempre foi muito utilizado a adição do rum, a receita base é apenas leite, ovo, açúcar e pitadas de noz moscada, quanto ao álcool costumam variar com cognac, rum, whiskey e vinho do porto.

E como estamos em época natalina vou deixar de presente de Natal para todos vocês uma receita bem prática e saborosa que possa fazer em casa para servir e nutrir sua família, amigos e convidados!

EGGNOG

 45 ml de Rum / Cognac / Whiskey / Vinho do Porto.

100 ml de leiteIMG_20151208_125737

01 ovo

50 ml de calda de caramelo

Noz moscada

04 pedras de gelo

01 caneca de 200 ml

Modo de preparo:

Para quem preferir aqueça o leite e deixe-o descansar com um pau de canela por 5 minutos, enquanto isso prepare a calda de caramelo levando ao fogo uma xícara de água e adicione uma xícara de açúcar mexendo até dissolver e levantar fervura, reserve a calda até esfriar, estando o leite e a calda fria adicione todos os ingredientes nas medidas informadas para uma coqueteleira, menos a noz moscada, e bata tudo bem firme e de forma circular para gelar bem e o gelo continue intacto, despeje na caneca coando, em seguida pulverize a noz moscada em cima do Eggnog e pronto, pronto para brindarem na ceia de Natal!

Para os cervejeiros de Plantão

*Fiz o teste e achei sensacional!!!

Agora se quiser se sentir voltando ao tempo nesse Natal quiser beber um Posset, substitua as bebidas alcoólicas citadas por 60 a 70 ml de uma cerveja Belga Trapista ST. Bernardus ABT 12 (Quadrupel) e ao invés de servir frio, sirva quente.

Nosso maior interesse é trazer a cultura da arte de bem beber, apreciar mais os sabores e menos as reações que o álcool pode trazer, beba com moderação, beba com responsabilidade!

E se beber não dirija!!!

Um Feliz Natal e um próspero Ano Novo! São os nossos votos a todos vocês! E Obrigado a todos que me acompanham e sempre me apoiando!

João Bortolozzi Neto

 

Cursos para Profissionais de Bares e Bebidas agora com Certificados ABC e IBA


Novas turmas em Niterói com início no dia 18 de maio para Profissionais de Bares e Bebidas, agora em parceria com a ABC ( Associação dos Bartenders Cariocas) e IBA ( International Bartenders Association) a associação mais respeitada no mundo no quesito em coquetelaria, os certificados serão entregues pela ABC podendo escolher o recebimento em português ou inglês, perfeito para quem quer trabalhar embarcados ou fora do país.

Contando com uma nova diretoria, a ABC está atualizando seus materiais didáticos preservando as tradições mas apresentando as novas tendências no mundo do bar, com diferentes cursos e net works exclusivos para associados, faça parte você também! Qualquer dúvida só entrar em contato pelo abcrj@hotmail.com.

Cursos ABC 2015

Oficina de Bartenders para Niterói e Região dos Lagos – Cursos em Março na BSB-rj


Buscando atender a necessidade de capacitação profissional no segmento de bares e bebidas em Niterói e Região dos Lagos a BSBrj e com o apoio do Grupo Thoquino, Change Turismo e Total Sistemas daremos inicio em Março de 2015 mais um curso Profissionalizante para Bartenders.

O curso terá carga horária de 60 horas, no período de 02 meses de curso, maiores informações em Cursos.

Curso BSBrj Março de 2015
PagSeguro
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Diferentes formas de servir Jagermeister


Nos cursos da Bortolozzi Show Bar também tem entretenimento e Show Bar, segue um vídeo de um pouquinho que nossos cursos apresentará com apoio da Jagermeister! Seja um profissional diferenciado, venha estudar na BSB-rj!

%d blogueiros gostam disto: